• Cybersys do Brasil

O "NEGACIONISMO" DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Hoje acordei muito triste.


Normalmente minhas publicações são relacionadas à segurança da informação, proteção de dados, enfim, tecnologia da informação.


Hoje irei sair um pouco do tema de segurança e proteção de dados para falar de proteção de vidas com o uso da tecnologia da informação, razão da minha tristeza.


Se o inimigo estivesse usando armas de fogo e bombas, possível de ser avistado, a imprensa iria mostrar uma sala de situação, gabinete de crise, centro de controle, não importa, qualquer coisa organizada com estratégia, inteligência e informação.


Mas o inimigo é oculto. Os nossos soldados no front (médicos, enfermeiros, assistentes de enfermagem, motoristas de ambulância, etc.) estão sem a sua principal arma no combate à COVID-19: INFORMAÇÃO.


No século XXI do 5G, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Robotização de Processos e Aprendizado de Máquina, eu fico horrorizado em ver como nossos soldados sofrem e morrem todos os dias para salvar as vidas do nosso povo brasileiro, sem estratégia de combate, sem suprimentos (medicação, equipamentos e LEITOS) e principalmente sem sua munição: INFORMAÇÃO para tomar decisões.


Tem se falado muito em “negacionismo”, a meu entender ao longo da minha carreira em tecnologia da informação, tive a oportunidade de participar de vários projetos relacionados à saúde. Sabe qual o objetivo da maioria destes projetos? Eu respondo: FATURAMENTO.


Quando o objetivo é controle, opa... nós já temos um sistema para isso!


A culpa é do governo federal, governador do Estado e prefeito, no caso do SUS; e de quem é a culpa dos quase 5000 hospitais privados que temos no país, que ainda têm que fazer requisições e aprovações no papel para solicitar medicamentos, ambulâncias e leitos?


Impossível não imaginar que se possa unir as bases de dados do Ministério da Saúde, Secretarias de Estado e Municípios com apenas 1 dado básico: LEITO DISPONÍVEL.

Eu pergunto: por que nossos brasileiros estão morrendo?

a) Foram contaminados pelo vírus COVID-19

b) Não conseguiram leito e medicação a tempo

c) Não havia comando, estratégia, controle, dados e informações suficientes para tomada de decisões

d) TODAS AS ANTERIORES


É deste “negacionismo” que quero falar. É muito conveniente o uso da tecnologia da informação quando o objetivo é aumentar os lucros e até mesmo os infindáveis desvios em editais de compra de software e serviços de tecnologia da informação.


Fico abismado quando um Hacker consegue derrubar o site do TSE ou extrair 223 milhões de dados pessoais nos sistemas da Receita Federal em poucas horas, e nós sequer conseguimos unificar uma simples e única informação.


Eu me pergunto: este “negacionismo” do uso de tecnologia da informação no setor de saúde é por resistência ao controle? Com mais controle fica mais difícil burlar os processos?


Meu Brasil está morrendo, por favor, deixe a tecnologia da informação ajudar a salvar vidas!

Cybersys do Brasil

45 visualizações0 comentário